18 de Setembro – São Juan Macias

São Juan Macías nasceu em Ribera de Fresno (Badajoz) em 1585. Órfão aos quatro anos, desde muito jovem se dedicou ao ofício de pastor. A sua vida é marcada por uma educação familiar com especial devoção à Virgem Maria, nomeadamente através da recitação do Rosário. Longas horas cuidando de ovelhas permitem que ele adquira hábitos contemplativos. Pensa muito no texto do Apocalipse: “Vi um novo céu e uma nova terra” e identifica-o com as Américas, recentemente descobertas. Emigra para a América do Sul. Num navio mercante chega a Cartagena das Indias (Colômbia) e depois a Lima (Perú). Ali pediu o hábito de irmão cooperador, no convento de Santa Maria Madalena, em 1622, quando tinha trinta e sete anos. A sua vida caracteriza-se por grande pobreza, humildade e caridade, é uma pessoa simples e sempre aberta à mudança de vida. Aprende com os eventos e com a leitura da Palavra de Deus. A sua oração é muito profunda: nela a Virgem Maria e São João Evangelista ajudam-no a encontrar Cristo em permanência. Ele é um irmão muito respeitoso do consenso da comunidade e um trabalhador incansável.

Foi porteiro do convento durante vinte e cinco anos. A partir dessa posição, ele exerce uma incrível obra de caridade material e espiritual com esmolas e com o rosário oferecido pelos próprios pecados e pelos outros e em sufrágio pelas almas do purgatório. Ele também teve muita influência na cidade com seus conselhos. Essa portaria do convento da Madalena torna-se um lugar de comunhão e participação de pobres e enfermos. Lá Juan Macías reza com eles, dá catequese e ajuda nas suas necessidades. A sua acção vai além da recitação conventual. Ele é capaz de treinar um burro que implora esmola com ele. Mais de uma vez, sem guia, vai às casas dos necessitados levando comida. Contemporâneo com São Martinho de Porres e  de santa Rosa de Lima, é também um evangelho vivo do Senhor Jesus. Também como São Martinho, ele corajosamente sofre insultos e calúnias por sua heróica caridade para com os necessitados.

São Juan Macías morreu em Lima em 15 de setembro de 1645. O seu corpo é venerado na Basílica do Rosário. Foi beatificado por Gregório XVI em 1813 e canonizado por Paulo VI em 28 de setembro de 1975.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: