Category Archives: Actividades

Conselho Provincial 2017-2020

Na sua primeira reunião, a 5 de de Agosto, em Fátima, procederam os conselheiros eleitos em Julho à votação para a eleição dos diversos cargos provinciais, que ficaram assim atribuídos:

Presidente: Cristina Busto

Vice-Presidente: Filomena Piçarra

Administrador: Francisco Piçarra

Secretária: Lurdes Santos

Formadora:  Fernanda Carlos

 

Anúncios

Peregrinação Nacional do Rosário e da Família Dominicana


Assembleia Provincial electiva em Fátima, 8 e 9 de Julho

CONSELHO PROVINCIAL DAS
FRATERNIDADES LEIGAS DE SÃO DOMINGOS

CIRCULAR ÀS FRATERNIDADES

Porto, 7 de Abril de 2017

Caros irmãos e irmãs,

Tal como já informado anteriormente e nos termos do nosso Directório, nº 105, venho convocar a Assembleia Provincial Electiva das Fraternidades Leigas de São Domingos da Província de Portugal da Ordem dos Pregadores para os dias 8 e 9 de Julho, a realizar na Casa das Irmãs Dominicanas em Fátima.
Cada Fraternidade deverá participar com dois membros: a/o presidente da Fraternidade e um delegado eleito em Assembleia da Fraternidade (Directório, Artº103, nº1).

A Assembleia Provincial Electiva tem, de acordo com o nosso Directório (Artº104) as seguintes competências:
1. Compete à Assembleia Provincial:
a. Determinar o número de elementos do Conselho Provincial a eleger (entre 5 e 8).
b. Eleger, por voto secreto, os Conselheiros Provinciais, para um mandato de três anos.
c. Fazer a apreciação da vida das Fraternidades.
d. Apresentar propostas para a melhoria da vida das Fraternidades.
e. Enviar propostas ao Capítulo Geral da Ordem e também ao Capítulo Provincial (dos frades).

Para um melhor desenrolar dos trabalhos solicita-se que quaisquer propostas a apresentar pelas Fraternidades sejam enviadas em devido tempo e previamente à Secretária Provincial.

Nesses termos, a ordem de trabalhos da Assembleia será a seguinte:
Dia 8 de Julho:
– 14.30 Acolhimento,
– 15.00 – Oração e boas vindas pelo Presidente Provincial,
– Apresentação dos Relatórios de Actividades e Contas do triénio 2014-2017:
– 16.30- Intervenção por parte do Prior Provincial;
– 17.00 – Intervalo/lanche;
– 18.00 – Eleição dos conselheiros para o triénio 2017-2020;
– 20.00 – Jantar;

Dia 9 de Julho:
– 8.30 – Pequeno-almoço,
– 9.30 – Oração da manhã,
-10.00 – Assembleia plenária para apresentação/discussão/votação de propostas;
– 12.00 – Eucaristia,
– 13.00 – Almoço e despedida;

cumprimentos, em São Domingos

Gabriel Silva
Presidente do Conselho Provincial
das Fraternidades Leigas de São Domingos


Promessas em Macedo de Cavaleiros

No dia 22 de Maio, a Fraternidade de São Domingos de Macedo de Cavaleiros viveu um dia de festa. Sete dos seus membros fizeram promesa temporária após um período de formação. E cinco fizeram promessa definitiva. Um dia muito especial para estes novos dominicanos que assumiram o seu compromisso para toda a vida (e/ou temporário) de seguirem a sua vocação de pregadores do Evangelho.

Fundada em 1976, aquela Fraternidade vive actualmente um período de renascimento e grande vigor como atesta esta recente festa e emissão de promessas. Em dia de grande alegria, esteve presente igualmente o Promotor Provincial, Fr. Marcos Vilar, o Presidente Provincial das Fraternidades Leigas, Gabriel Silva, bem como o Promotor local José Carlos Gomes da Costa que, juntamente com o presidente da Fraternidade Almerindo Geraldes recebeu as promessas durante a eucaristia paroquial celebrada pelo Fr. Marcos. A cerimónia havia sido precedida de um almoço de alegre e fraterno convívio entre todos os seus membros e os convidados, a que se seguiu uma reunião da Fraternidade onde se abordou e explicou o ritual que se iria seguir e se fez um balanço evocativo do recente caminho de formação e evangelização que aquela Fraternidade tem seguido.


Retiro Quaresmal em Fátima

P1000202Sob o tema «A Misericórdia», decorreu em Fátima, de 11 a 13 de Março, o Retiro Quaresmal das Fraternidades, tendo participado 30 leigos dominicanos.

Nas excelentes instalações dos Irmãos Hospitaleiros de S. João dP1000225e Deus, o retiro contou com  3 reflexões, sendo a primeira realizada no sábado de manhã  pela Irª Deolinda, das Misssionárias Dominicanas do Rosário, seguindo-se da parte da tarde o Fr. Marcos Vilar e no Domingo de manhã o leigo dominicano José Carlos Gomes da Costa. Tais reflexões a todos ajudaram no caminho de preparação para a Quaresma que vivemos.
Num clima de silêncio, apenas pautado pelos momentos de oração da manhã, eucaristia, vésperas e vigília nocturna, o retiro contou com a presença de leigos dominicanos das Fraternidades da Parede, Porto, Fátima, Estremoz, Elvas e Macedo de Cavaleiros.


PASSEIO JUBILAR DA FAMÍLIA DOMINICANA

S. Domingos de Fontelo, 23 e 24 de Abril 2016

Dia 23 – Sábado

11h30 Saudação/Acolhimento

12h00 Conferência – Tema: A Presença Dominicana em S. Domingos de Fontelo e nas proximidades da região.

ORADOR: Frei José Carlos Almeida op.

(levar cadeira ambulante para melhor conforto)

13h00 Almoço (preço de 5,5 euros para quem assim desejar. Deve avisar organização previamente)

Convívio

15h30 Eucaristia

17h00 Despedida

18h30 Oração de Vésperas com as Monjas Dominicanas, no Mosteiro de Nª Sª da Eucaristia

——————————

Dia 24 – Domingo:

10h00 Eucaristia na Basílica Nª Sª dos Remédios

Visitar locais de interesse na Cidade de Lamego.

 

Favor confirme a sua presença até a data: 30 de Março 2016,

Para o telemóvel ou SMS 962 380 633 – Lurdes Fonseca

Ou por email: lurdesfonseca59@hotmail.com

Nota: O dia 24, é facultativo para as pessoas que desejarem permanecer o fim-de-semana.

A Equipa Coordenadora do Secretariado da Família Dominicana,

Ir. Deolinda Rodrigues /Lurdes Fonseca/ Frei Geraldes


Jornadas de história sobre os dominicanos em Portugal – Aveiro

Dezenajornadass de historiadores, investigadores, estudantes, bem como frades, religiosas e leigos dominicanos, participaram nas primeiras Jornadas de História sobre os Dominicanos em Portugal.

Tendo decorrido no Museu de Aveiro – antigo Convento de Jesus das monjas dominicanas, aquela iniciativa conjunta d0 ISTA – Instituto São Tomás de Aquino e do Centro de História Religiosa da Universidade Católica contou com várias apresentações e estudo académicos sobre a presença da Ordem dos Pregadores em Portugal por ocasião do Jubileu dos 800 anos da Ordem que neste ano se assinala.

Foram apresentadas comunicações sobre investigações históricas em áreas tão diversas como sejam os escritos de dominicanos existentes em bibliotecas e fundos de outras instituições, um estudo sobre as iluminuras dos livros que eram copiados no scritporium feminino do Mosteiro de Aveiro; as influências do Canadá e da história da sua província na restauração da Província dominicana em Portugal no século XX;  a profícua e fundamental historiografia levada a cabo pelos frades dominicanos Fr. Raúl Rolo e Fr. António do Rosário; um interessante estudo sobre a contribuição dos dominicanos para a renovação da arte e arquitectura religiosa portuguesa mediante as fundações feitas no século XX (Porto, Fátima, Capela do Olival e Lisboa); o envolvimento dos teólogos dominicanos portugueses no século XVII em disputas reológicas; e um síntese sobre o  que se conhece do início da presença e primeiras fundações dominicanas em Portugal. Presente também o Arquivista Geral da Ordem, que disponibilizou a sua colaboração para desde Roma auxiliar as investigações que sejam feitas sobre Portugal, dada a provavel relevante documentação existente em tal arquivo.1000062

Em termos gerais foram umas jornadas muito participadas e que interessaram a quem a elas assistiu, dando conta de várias linhas de investigação histórica, deixando em aberto e em desafio o seu prosseguimento futuro. Deu-se conta e alertou-se de que muito ainda há fazer dado ser uma das ordens religiosas sobre as quais ainda tanto se desconhece na sua implementação, funcionamento, relações com os poderes eclesiásticos e políticos, formas de missionação e pregação, etc, abrindo-se inúmeros campos de novas investigações, que tão necessáriass são para um melhor conhecimento, seja das realidades de séculos passados, seja mesmo sobre os tempos mais recentes da restauração da Província, já no século XX.

De assinalar o mágnifico espaço onde as jornadas decorreram, que é dotado de excelentes condições bem como a presença e acolhimento prestado pelo director do Museu de Aveiro, José António Christo, que a todos acolheu de forma modelar, realizando ainda uma visita pormenorizada ao magnífico e bem instalado museu, onde a figura de Santa Joana Princesa é naturalmente o centro das atenções e o motivo da sua existência.