Carta do Mestre sobre uso de siglas OP

ORDO PRAEDICATORUM

CURIA GENERALITIA

9 de Novembro de 2021

Aos Priores Provinciais e Presidentes dos Conselhos das Fraternidades Leigas de São Domingos

Caros irmãos e irmãs,

Envio-vos esta mensagem com votos orantes de boa saúde nas vossas comunidades. Regozijamo-nos com o dom da misericórdia divina e da providência que nos dão coragem e esperança nestes tempos difíceis,

Na sua última reunião plenária do Conselho, o Conselho Geral deliberou sobre a proposta apresentada pelos membros da comissão que trabalharam na seguinte comissão do Capítulo Geral em Bien Hoa:

«A questão do uso das iniciais pós-nominais “O.P.” para os leigos dominicanos ainda é regulada de forma muito diferente em várias províncias (ex. “OPL”, “OPs”, “O.P.”, com ou sem “Mr./Mrs.”) e causa confusão a diferentes níveis.

Encomendamos o Promotor Geral dos Leigos, o Promotor Geral das Fraternidades Sacerdotais, e o Presidente do Conselho Internacional das Fraternidades Leigas Dominicanas a trabalhar numa solução para a questão e a apresentá-la ao Mestre da Ordem e ao seu Conselho para uma decisão. (ACG Biên Hòa 2019, n. 267) ».

Tendo considerado os méritos da proposta, e com a concordância dos membros do Conselho Geral, desejo transmitir-vos a seguinte resolução:

Ao utilizar as iniciais pós-nominais para se identificarem como membros da Ordem de forma abreviada, os leigos das Fraternidades de São Domingos utilizarão “OP” e não outros. Conforme necessário, o Prior Provincial e o seu Conselho devem assegurar que as iniciais sejam utilizadas de modo a evitar qualquer confusão entre os fiéis no que diz respeito ao estatuto canónico dos membros.

Observamos que isto não implica que um Dominicano leigo deva ou seja encorajado a utilizar “OP”, apenas que, se o membro optar por utilizar pós-nominais, deve ser “OP”. Além disso, nada impede o Prior Provincial de determinar que, nas circunstâncias da sua província, os dominicanos leigos não devem utilizar pós-nominais de modo a evitar confusão.

Espero que esta disposição conduza a um caminho mais harmonioso no sentido de promover uma maior comunhão entre os membros dos vários ramos da Família Dominicana. Que o espírito e o propósito do nosso fundador São Domingos nos guie na adopção do nosso carisma como uma família unida na unidade da vida e complementaridade do serviço à Igreja e ao Mundo (ACG Quezon City 1977, n. 64).

Fraternalmente, em São Domingos

Fr. Gerard  Francisco Timoner III, OP

Mestre da Ordem

Trad. GS/01.2022

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s