Newsleter do ECLDF

Conselho Europeu das Fraternidades Leigas Dominicanas

Newsletter 1/2012

Reunião do ECLDF em Chieri, Itália

O Conselho Europeu das Fraternidades Leigas Dominicanas (ECLDF) teve a sua segunda reunião entre 19 e 22 de Abril em Itália, no convento dominicano da cidade de Chieri. A 8 de Abril de 2012, por razões pessoais, Jacinta O’Donnell resignou como membro do ECLDF. De acordo com o parágrafo 1.A.7 dos Estatutos do ECLDF, foi chamada a assumir o seu lugar Eva Zúdorová, da Eslováquia. Eva será a responsável pelo pelouro da Comunicação. Os membros do Conselho decidiram usar os meios de comunicação mais acessíveis.  (Skype, Twitter, Facebook)

Visita aos Leigos Dominicanos da Ucrânia

O ECLDF discutiu um pedido vindo da Ucrânia. Os leigos ucranianos gostariam muito que fosse realizada uma visita ao seu país por parte dos membros ocidentais do ECLDF. O Conselho decidiu que Leny Beemer e Eva Zúdorová visitariam os irmãos leigos dominicanos daquele país entre 3 e 6 de Agosto de 2012.

Cooperação com o IDYM

Sexta-Feira à tarde (20de Abril) o ECLDF reuniu com a Irmã Ginevra, Secretária Internacional do IDYM (Movimento Internacional de Jovens Dominicanos) a qual veio de Roma apresentar a situação do Movimento e da geração jovem actual. A Irmã Ginevra resumiu a presente situação em 4 principais aspectos:

Primeiro : História do Movimento

O IDYM foi criado nos anos 80 como resposta à solicitação de vários grupos organizados de jovens inspirados pela espiritualidade Dominicana. Nos anos 90 o IDYM desenvolveu-se em Itália, Irlanda, Espanha, França, Estados Unidos, Portugal, etc. Na América Latina teve também um grande desenvolvimento. Hoje em dia assistimos a uma crise do IDYM na Irlanda, fruto de alguma confusão sobre o papel dos frades, irmãs e leigos. Em Itália, o movimento continua activo, mas não fazendo parte oficialmente do IDYM, mas sim como grupos de jovens afiliados a comunidades de irmãs Dominicanas ou aos frades.

Segundo : Discernimento da vocação no interior do movimento

Em alguns países existem membros do Movimento interessados numa formação vocacional dominicana, por exemplo na Nigéria, em outros países não. Alguns jovens sentem-se mais dominicanos que os frades, por exemplo no Equador. A situação depende muito da cultura de cada país. Por exemplo, em Nápoles, na Itália, alguns jovens entram para o YDIM aos 12 anos, após a Primeira Comunhão, nos EUA juntam-se ao movimento sobretudo durante os seus estudos universitários.

Na Europa, a formação depara-se com uma situação específica: jovens de 25 anos não se sentem preparados para decidir sobre a sua vida; alguns deles nem sequer aos 45. Mantêm-se «jovens» por um periodo muito longo. Estas pessoas não encontram serenidade. Eles sentem-se desde já dominicanos, e não vêem razões para se juntarem aos Leigos Dominicanos.

A Assembleia Internacional do IDYM decorreu em Fátima, Portugal em 2009. Os delegados discutiram a apresentação de um plano de formação para jovens até aos 25 anos e para mais velhos. Apenas poucos jovens pensam entrar nas Fraternidades leigas dominicanas, tem receio de regras.

Terceiro : Relações entre o YDIM e as Fraternidades

Na Ordem Franciscana, os membros do Movimento Juvenil fazem parte dos leigos franciscanos. Na Ordem dos Pregadores, os Jovens pertencem à mesma única Ordem, mas a estrutura Internacional dos leigos está relacionada com as estruturas locais. No Congo, grupos de jovens são assistidos e dirigidos por um leigo dominicano. Em Guadalupe jovens frades e irmãs dominicanas trabalham com grupos de jovens. Na Europa os leigos não estão em contacto com os jovens dominicanos. Os jovens querem ser Pregadores na sua vida profissional, estão preocupados com os problemas de ética no seu trabalho. Numa reunião recente da Família Dominicana em Paris, em Janeiro deste ano, os jovens expressaram a ideia que não querem ser objecto de pastoral por parte dos leigos. Querem inserir-se em projectos, tal como na vida profissional. Eles estão à procura de algo sólido», eles pedem por exemplo às irmãs Dominicanas para criar uma ligação entre a sua vida e a Igreja. Os Leigos Dominicanos deverão sair da sua fraternidade e ir ter com os jovens e não aguardar ou pedir que os jovens venham ter com eles. A Irª Ginevra vê duas soluções para melhorar a situação:

1 – A nomeação de um frade como Promotor dos Jovens, na Cúria,

2 – Ou que o IDYM se abra a si mesmo a todas as realidades;

Em ambas as hipóteses, os jovens, paradoxalmente, pedem a participação das irmãs e dos frades para que os «dinamizem»;

Quarto : Reunião internacional IDYM em Bogotá, Colômbia, de 7 a 17 de Julho de 2013

A próxima Assembleia Internacional será acompanhada de um «projecto missionário» junto dos pobres da cidade de Bogotá. Nesta fase, o tema é simplesmente «Tu estarás lá?»

O programa é o seguinte:

7 – 9 Julho – chegada dos participantes, organização, integração e peregrinação;

10 – 12 Julho – formação e preparação para a missão da pregação;

13 – 14 Julho – Missão nas favelas;

15 Julho – Avaliação da experiência;

16 – 17 Julho – Os delegados do IDYM na Assembleia do Rio de Janeiro

O tema principal é «Porquê a pobreza?» (história da Colômbia, mafia, cocaína, etc.). Os jovens frades da Universidade de Bogotá estão a preparar o programa «Os jovens merecem!»,

O Conselho Europeu e a Irª Ginevra acordaram no estabelecimento relações mais estreitas entre os leigos dominicanos e o  IDYM.

Reunião com os leigos dominicanos de Chieri  

Na sexta-feira á noite os membros do ECLDF reuniram-se com a Fraternidade local de Chieri. Esta fraternidade tem um longa história, sendo que os dados mais antigos remontam ao século XIX. Os leigos dominicanos de Chieri deram conta das suas dificuldades e da sua vida como pregadores. Mostraram-se igualmente interessados nas actividades do ECLDF. They were also interested in work of ECLDF and a life of Lay Dominicans from each council member country.

Proposta de actualização para o LAICATUSPRAEDICANS

No sábado de manhã o ECLDF discutiu uma proposta apresentada por Karin Bornhijm, da Holanda, para o Laicatuspraedicans. O Laicatuspraedicans, é um website onde os Leigos Dominicanos da Europa podem partilhar testemunhos das suas vidas enquanto pregadores. Karin apresentou várias propostas de modo a tornar aquele instrumento mais atraente e com melhor funcionamento.

Formação

O ECLDF discutiu o seu projecto de formação. Leny Beemer, a responsável pela Formação no seio do ECLDF informou que o primeiro grande desafio tem sido a questão da língua e da sua tradução, mas, de acordo com as respostas obtidas pelo Grupo de Apoio, as diferentes províncias terão capacidade para traduzir para as línguas locais, os materiais que lhes forem enviados. Os princípios da formação de base terão de ser melhor explicados. A ideia é o de oferecer algumas linhas de orientação para que cada Províncias possa adaptar à sua realidade local. Poderão ser apresentadas sob a forma de «recomendações». A próxima tarefa do Grupo de Trabalho de Formação é o de redigir os princípios básicos e solicitar uma reacção por parte das diferentes províncias. De seguida, e com base nessas reacções, poderá ser estabelecido um programa de trabalho. Utilizar-se-ão as 3 línguas oficiais da Ordem. O Conselho decidiu que existirá uma ligação para esse programa no interior do website do ECLDF. Na próxima reunião do ECLDF, em Novembro de 2012 será apresentada a actualização do projecto.

Finanças e angariação de fundos

Os assuntos financeiros estão sempre presentes e o ECLDF apela a que as Províncias e vicariatos enviem as suas contribuições anuais. Tais verbas não apenas permitem que o ECLDF tenha as suas reuniões regulares, mas também ajudarão a preparar a próxima Assembleia Europeia. Tal como Jose Antonio Munoz Mata, o Tesoureiro do ECLDF informou, existem duas fontes de angariação de fundos: as contribuições das províncias e os donativos. O ECLDF apresentará um pedido de apoio à fundação Renovabis, na Alemanha para apoiar a próxima Assembleia Europeia que terá lugar em Bolonha, Itália, em 2014. O ECLDF encoraja que a províncias, a nível local organizem vendas, concertos e outros eventos para obtenção de fundos.

Próxima reunião do ecldf

Ta próxima reunião do ECLDF terá lugar em Estavayer-le-lac, Suiça, entre 8 e 11 de Novembro de 2012. Nessa ocasião, entre outros assuntos, se tratará da organização da Assembleia ECLDF em Bolonha.

Obrigado a Eva Kameniarova

O ECLDF muito agradeceu a Eva Kameniarova, que terminará o seu mandato como representante europeia no Conselho Internacional das Fraternidades Leigas Dominicanas (ICLDF) no dia 1 de Julho de 2012, pois que está muito grato pela sua actividade e contributos nas nossas reuniões..

Excelentes frades de Chieri

O ECLDF agradece aos frades do Convento de Chieri pelo grande apoio, amor fraternal, oração comunitária e extraordinária hospitalidade. Obrigado queridos irmãos, nós adoramos ao vosso convento!
Eva Zudorova

Responsável pela comunicação no ECLDF

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: